» » Como são feitos os transdutores resistivos

Como são feitos os transdutores resistivos

A Figura 1 mostra alguns transdutores resistivos. Você deve sempre lembrar o fato de que transdutores passivos podem ser usados por um circuito em ponte de tal forma que uma alteração no valor da resistência produz uma alteração na tensão de saida. Um termistor, Figura 1a, é um resistor sensível à temperatura. Isto foi discutido numa seção anterior.

A Figura 1b mostra como um resistor variável pode ser usado como transdutor, fazendo com que uma força mecânica controle diretamente o braço do resistor. Conforme a força mecânica se desloca da esquerda para a direi esistência entre os terminais .v e s’ aumenta.

O resistor fotossensível, Figura 1c, possui uma resistência que depende da quantidade de 1u7 incidindo sobre o mesmo.

O gerador de Hali, da Figura 1d, possui uma resistência que é diretamente relacionada com a quantidade e a intensidade do campo magnético presente.

O sensor de umidade, da Figura 1e, possui uma resistência que é relacionada com o teor de um idade presente na atmosfera. Alterações no valor da resistência são diretamente relacionadas com mudanças de umidade.

O sensor de detbrmaçào, Figura 1f possui um arame muito fino que corre atravês de um material flexível. Geralmente, este resistor é cimentado ao material sendo colocado sob tensão. Conforme o esforço for aplicado, o material se deforma fatendo com que o fio estique. Quando o fio for esticado, seu diâmetro muda; portanto, sua resistência muda.

É importante conhecer o sentido científico das palavras esforço e deformação. O esforço é uma Força que tende a causar uma mudança de forma num corpo e deforinação é a quantidade e o valor da mudança produzida num corpo como resistência do esforço aplicado. Desta forma, um sensor de deformação mede a mudança de forma de um corpo.

Figura 1

Exemplos de transdutores resistivos; (a) termistor; (b) resistor
variável (c) resistor fotossensível; (d) gerador de Hall (e) sensor de umidade (d) de; (1) sensor de deformação.

Na Figura 2 você pode ver corno uru resistor variável pode ser usado para determinar o nível de um fluido dentro de um tanque. A bóia desloca-se para cima e para baixo com o nível do fluido. Conforme o movimento da bóia, altera-se a resistência do resistor variável R. O resistor R está ligado corno um reostato de tal forma que quando o tanque estiver cheio a resistência é de O ohm. Quando o tanque estiver vazio a resistência entre o ponto a e a terra é máxima. Como no caso de outros transdutores resistivos a saída pode ser ligada a um circuito em ponte.

Existem outras variações do circuito da Figura 2 que também são importantes. Ao invés do conjunto de alavancas ser ligado a urna bóia, conforme indicado na ilustração, o mesmo pode ser ligado a qualquer objeto que se desloca dentro de uma distância limitada. Com esse arranjo é possível obter uma saída de resistência que varia conforme a posição.

Figura 2



Resumo

  1. Os transdutores que sentem a velocidade do motor são chamados tacômetros.
  2. Quando um transdutor, ligado à saída de um sistema, for usado para controle da entrada deste mesmo sistema, o mesmo é chamado sistema em circuito fechado.
  3. Um transdutor resis1vo altera o valor da resistência quando ocorre urna mudança na grandeza controlada.
  4. Você viu exemplos de transdutores resistivos sendo usados para controlar calor, movimento, luz, intensidade de campo magnético, umidade, força e nível de fluido.
  5. Outros usos de transdutores resistivos são também possíveis.
  6. Um termistor é um transdutor sensiel à temperatura. Sua resistência varia dentro de uma ampla faixa para pequenas alterações em sua temperatura.
  7. O esforço é uma força que tende a alterar a forma de um corpo, e a deformação é a alteração de forma que ocorre quando é aplicado o esforço.

Gostou do que viu? Compartilhe!