Como se desenvolveu a radiocomunicação

No período de 1865 a 1873, James Clerk Maxwell realizou muitas pesquisas sobre a teoria das ondas eletromagnéticas. Ele previu que seria possível transmitir estas ondas, que chamamos ondas de rádio, de um ponto para outro. Porém, foi somente no ano de 1887 que Heinrich Hertz pôde realmente transmitir uma onda de rádio sobre uma distância curta. Hertz usou uma faísca elétrica formada no espaço entre dois eletrodos para produzir as ondas de rádio.

Em 1896 Marconi operou, pela primeira vez, seu sistema de telegrafia sem fio, enviando uma mensagem em código Morse a uma distância de 30 metros. Isto foi o primeiro uso prático das ondas de rádio para comunicação. Apesar do sucesso das primeiras experiências da telegrafia sem fio, houve muitos críticos que insistiam que a comunicação a longa distância não era possível. Os críticos raciocinavam que as ondas de rádio escapariam no espaço, em vez de seguir a curvatura da Terra. Pensavam também que as ondas de rádio teriam as mesmas características que as ondas luminosas. Sabiam que, por causa da curvatura da Terra, não é possível ver a uma distância superior a 50-60 km.

Hoje em dia, sabemos que a comunicação a longa distância é possível. O que os criticos não sabiam é que existe uma camada de íons em volta da Terra, acima da atmosfera terrestre. Esta camada de íons é conhecida como a camada KennellyHeaviside e é também chamada ionosfera. Sinais de rádio de freqüência relativamente baixa são refletidos de volta para a Terra por esta camada ionizada.

A Figura  mostra como a comunicação a longa distância é possível. O sinal de rádio vai diretamente ao longo da superfície terrestre, até um receptor no ponto A. Este sinal de rádio é chamado onda terrestre. Além do ponto A, que é a distância máxima da linha do horizonte, a onda desloca-se no espaço.

O transmissor não emite apenas uma única onda de rádio bem definida. Ao invés, ondas de rádio afastam-se da antena transmissora de maneira muito semelhante a ondas de luz emitidas por uma lâmpada elétrica. A Figura a cima mostra como parte do sinal é refletida pela camada Kennellv-Heasiside e bate na antena receptora no ponto B. Este ponto está bem além da distância da linha do horizonte do transmissor.

As reflexões da ionosfera tornam possível a recepção dos sinais de rádio a grandes distâncias do transmissor. A primeira transmissão transatlântica em código Morse foi realizada no ano de 1901. Porém, foi somente em 1904 que Fleming usou o diodo como detector de sinais de rádio. Num outro capítulo, iremos discutir a operação dos detectores dos sinais de rádio e você irá estudar como funciona o detector a diodo.