» » O que são transformadores

O que são transformadores

A Figura 1 mostra a teoria de um transformador. Na Figura 1a, uma tensão alternada e aplicada a uma bobina chamada primário. Uma vez que a corrente alternada está fluindo na bobina, haverá um campo magnético variável em volta da bobina. Uma outra bobina localizada perto do “primário’’ é chamada secundário.

É localizada numa posição tal que o fluxo variável desloca-se sobre ela portanto, a corrente e o fluxo variáveis provocam uma indução de voltagem no secundario; Isto é o princípio de operação de todos os transformadores. Os enrolamentos do primário e do secundario podem ser enrolado’ sobre ferro doce. O ferro doce não pode ser magnetizado permanentemente. Oferece muito pequena oposição ao fluxo; isto significa que o fluxo pode fluir mais facilmente através do ferro doce do que através do ar. O uso de um núcleo de ferro doce assegura que a maior parte das linhas de fluxo do primário irá cortar as espiras do secundário. Isto é muito importante: se houver linhas de fluxo em ‘volta do primário que não irão cortar espiras do secundário a quantidade de energia transmitida ao circuito secundário é reduzida.

Figura 1


Em resumo O núcleo de ferro doce proporciona um caminho fácil entre o primário e o secundario para as linhas de fluxo, isto assegura que a maior parte daslinhas de fluxo irá cortar as espiras do secundário.

Antes de continuar cota a discussão de transformadores, será útil lembrar o conceito de relutância. A relutância é a oposição ao fluxo magnético, da mesma forma que a resistência e a oposicão ao fluxo de corrente. Os materiais de ferro doce possuem uma relutância muito baixa, em comparacão com o ar. Isto constitui uma outra maneira de dizer que as linhas de fluxo magnético irão fluir através do ferro-doce mais facilmente do que através do ar. A ilustração da Figura 1b mostra que, apesar de o ferro ter uma forma irregular, as linhas de fluxo seguem o caminho do ferro porque sua relutância é menor que a relutância do ar.

A Figura 1c mostra que os enrolamentos do primário e secundário de um transformador são enrolados sobre um núcleo de ferro. A corrente variável no primário estabelece um fluxo variável no ferro. O fluxo segue o caminho indicado por uma linha pontilhada. Estas linhas de fluxo passam através de um enrolamento secundário, de modo a induzir uma tensão no mesmo.

A Figura 1d mostra uma maneira diferente de enrolamento das bobinas do primário e do secundário sobre o núcleo de ferro de um transformador. Neste caso, tanto o primário como o secundário estão enrolados na perna central do núcleo do transformador.

Vários símbolos para transformadores em circuitos elétricos e eletrônicos são indicados no anexo B.

Gostou do que viu? Compartilhe!