Instalação SPDA: Como funciona?

SPDA é uma sigla que se refere a Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas. Mas na prática, como esse sistema é visto, quais as suas funcionalidades, modo de instalação e diferencial diante de outros possíveis modelos?

Essas e outras questões nós seguimos te respondendo logo abaixo para que entenda se essa é ou não uma boa opção para o seu caso, olha só:

O que é instalação de SPDA?

Basicamente, a instalação SPDA é voltada para nos garantir a devida segurança diante de descargas atmosféricas, sendo um suporte importante para manter a nós mesmos e a determinados espaços seguros enquanto há a ocorrência de raios.

O seu funcionamento ocorre através da captação e direcionamento desses raios, diminuindo a resistência elétrica deles ao passo em que são direcionados ao solo após o contato com as laterais ou o topo das edificações.

Como montar um sistema de SPDA?

Montar um sistema como esse não é algo simples, demandando a análise de diversos dados antes da instalação em si, já que é com isso que se pode dar um maior rigor ao uso do sistema e fazer com que a segurança prometida por ele realmente possa ser ofertada na prática.

Inclusive, para tanto é necessário analisar de forma individual o espaço onde o sistema será colocado. Nesse aspecto, considere a análise de área, estrutura e pontos que podem contribuir para incidência de raios.

Inclusive, para tanto é necessário analisar de forma individual o espaço onde o sistema será colocado. Nesse aspecto, considere a análise de área, estrutura e pontos que podem contribuir para incidência de raios.

Feito isso, devem passar a ser considerados possíveis riscos, posicionamento do sistema e a distância ideal que ele deve apresentar.

Quem instala SPDA?

Diante de um certo rigor, a instalação SPDA não pode ser feita por qualquer pessoa, inclusive pela exigência de laudos que explicitem a sua validação por um profissional especializado na área.

Diante disso, quem instala SPDA é um técnico em eletricidade, além de empresas que possuem essa atividade como seu foco. Em todo caso, o projeto deve ser de responsabilidade de um engenheiro.

Quando é obrigatória a instalação de SPDA?

Há contextos nos quais o uso do SPDA se torna uma opção, mas há ainda casos em que a sua utilização é obrigatória como uma maneira de garantir a devida segurança ao espaço e seus utilizadores.

Assim, o Corpo de Bombeiras determinada que essa obrigatoriedade ocorre em casos de edifícios com altura superior a 30 metros com área utilizada maior que 1.500 m².

Qual a diferença entre aterramento elétrico e SPDA?

Tendo em vista a conceituação do SPDA, ele pode acabar sendo confundido com outros modelos, sendo sinal disso o Aterramento elétrico. Mas há diferenças a serem pontuadas entre eles.

Nesse aspecto, é preciso levar em consideração que o SPDA é voltado para a proteção diante de correntes elétricas mais elevadas, enquanto o aterramento elétrico conta com um potencial mais limitado, voltado para casos de curtos-circuitos, por exemplo.